O PRECONCEITO CONTRA PESSOAS DO NORDESTE: Raízes e moralidade do sujeito

  • Givanildo Sousa Santos Centro Universitário AGES
  • Dalone Oliveira Silva Centro Universitário AGES
  • José Wigo Santos Carvalho Centro Universitário AGES

Resumo

Este trabalho visa discutir a questão do preconceito e das dificuldades dos nordestinos no contato com os diferentes povos e culturas no qual ambos já enfrentam diversos problemas regionais em situações atreladas a: infraestrutura, segurança pública, saneamento básico, saúde, transporte, condições de moradia digna, alimentação, acesso à cultura, educação, políticas públicas efetivas dentre outras condições, desta forma é preciso relativizar como as diferentes opiniões das pessoas estão sendo manifestadas e quais fundamentos propagados nos espaços sociais dentro das organizações e diversos movimentos, reiterando a importância de haver uma visão aprofundada da sociedade brasileira na interpretação da realidade em que o respeito à cultura do outro esteja presente concomitantemente sem existir uma ideologia única empregada pela classe dominante que leve a desigualdade entre os cidadãos através dos valores morais e das relações de poder diante de uma sociedade capitalista, mas, sobretudo o reconhecimento entre os diferentes povos e a reciprocidade do exercício da cidadania no convívio social, nesse intuito esta pesquisa visa entender como se deu origem a tais preceitos dessa problemática no meio social, constituindo numa análise por meio de abordagem qualitativa e revisão bibliográfica destacando assim, a necessidade do debate acerca de como a regionalidade é condição para gerar o preconceito nos espaços públicos e educacionais.

Publicado
2019-05-03
Como Citar
SANTOS, Givanildo Sousa; SILVA, Dalone Oliveira; CARVALHO, José Wigo Santos. O PRECONCEITO CONTRA PESSOAS DO NORDESTE: Raízes e moralidade do sujeito. Revista Saberes, [S.l.], v. 1, n. 8, p. p. 33-35, maio 2019. ISSN 2358-5986. Disponível em: <http://npu.faculdadeages.com.br/index.php/revistasaberes/article/view/164>. Acesso em: 12 ago. 2020.
Seção
Revisão Bibliográfica