DIREITO E LITERATURA

"A teoria do medalhão" e a crise do ensino jurídico no Brasil – Na perspectiva do realismo machadiano

  • Matheus Cruz Cordeiro Centro Universitário AGES
  • Fabiana Macedo de Araújo Centro Universitário AGES
  • Gizele Gonçalves dos Santos Brito Centro Universitário AGES

Resumo

O presente artigo constrói-se a partir de reflexões acerca do conto “A teoria do Medalhão”, de Machado de Assis, que através de seu realismo que, está para além da época a qual foi escrito, é possível visualizar a crise do ensino jurídico no Brasil, que acaba refletindo em toda a carreira do jurista. Nesse sentido, demonstra-se a importância de se agregar ao direito novas áreas de conhecimento, capazes de rejuvenescer o ensino jurídico no Brasil e, a literatura torna-se fundamental, pois através dela alcança-se um ensino jurídico mais, empático, que foge do racionalismo, este que apesar de ser fundamental, por si só, não consegue acompanhar as transformações da sociedade, visto a sua liquidez, é necessário possuir flexibilidade, repensar o direito.

Referências

ASSIS, Machado de. Obra Completa. Rio de Janeiro : Nova Aguilar 1994. v. II.
BUARQUE, Cristovam. Reaja. Rio de Janeiro: Editora Garamond LTDA., 2012.
DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Trad. Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1977.
NALINI, José Renato. Formação Jurídica. 2ª edição, São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1999.
STRECK, Lenio Luiz. Direito e literatura: da realidade da ficção à ficção da realidade. In. STRECK, Lenio Luiz, TRINDADE, André Karam (orgs). São Paulo: Atlas, 2013.
Publicado
2019-07-17
Como Citar
CRUZ CORDEIRO, Matheus; MACEDO DE ARAÚJO, Fabiana; GONÇALVES DOS SANTOS BRITO, Gizele. DIREITO E LITERATURA. Revista Jurídica ReAGES, [S.l.], v. 1, n. 3, p. p. 45-46, jul. 2019. ISSN 2595-6876. Disponível em: <http://npu.faculdadeages.com.br/index.php/revistajuridica/article/view/267>. Acesso em: 05 ago. 2020.
Seção
Artigos Originais