EFICÁCIA DA REALIDADE VIRTUAL E DOS PRINCIPAIS GAMES UTILIZADOS NO TRATAMENTO DA PARALISIA CEREBRAL

Uma revisão sistemática

  • Tiago dos Santos Castro Centro Universitário AGES

Resumo

A Paralisia Cerebral (PC) é uma encefalopatia que consiste em uma desordem motora, que leva a limitação nas atividades de vida diária devido a uma lesão cerebral que surge quando o cérebro é imaturo ou em decorrência de uma má formação do feto. As sequelas variam conforme a região atingida no sistema nervoso central e tempo da lesão. O tratamento fisioterápico da PC é longo e a evolução pode ser lenta, o que pode variar de acordo com o caso clínico, ele deve visar a melhora da qualidade de vida (QV), buscando torná-lo o mais funcional possível e evitando complicações advindas do imobilismo. Pesquisas mostram que a Realidade Virtual (RV) pode contribuir significativamente no trabalho com paciente de PC, já que ela permite interação do paciente com o mundo virtual por meio do movimento corporal de ações do cotidiano, proporcionando ótimos resultados. Dessa forma o objetivo dessa revisão bibliográfica sistemática é analisar a eficácia da realidade virtual e os resultados dos principais games utilizados no tratamento da Paralisia Cerebral.

Publicado
2019-07-10
Como Citar
CASTRO, Tiago dos Santos. EFICÁCIA DA REALIDADE VIRTUAL E DOS PRINCIPAIS GAMES UTILIZADOS NO TRATAMENTO DA PARALISIA CEREBRAL. Revista de Saúde ReAGES, [S.l.], v. 2, n. 4, p. p. 6-10, jul. 2019. ISSN 2596-0970. Disponível em: <http://npu.faculdadeages.com.br/index.php/revistadesaude/article/view/181>. Acesso em: 25 set. 2020.
Seção
Artigos Originais