INDICADORES DE GESTÃO EMPRESARIAL SUSTENTÁVEL: Descarte correto do lixo orgânico – “Cada coisa em seu lugar”

  • Silvia Manoela Santos de Jesus Centro Universitário AGES
  • Ana Paula Silva Centro Universitário AGES
  • Thales Brandão Ferreira Centro Universitário AGES

Resumo

A questão do desenvolvimento sustentável tem sido assunto em várias instituições privadas, públicas e, inclusive, em âmbito internacional, devido à importância na criação de projetos que visam à sustentabilidade. Essa nova tendência influencia e impõe mudanças nos panoramas empresarias no que diz respeito ao padrão de concorrência e competitividade. Para tanto, se faz necessário que os gestores tenham pleno conhecimento nas temáticas que envolvem questões acerca da sustentabilidade, não apenas para mostrar para a sociedade que adere a essa abordagem, mas sim os conscientizando de que respeitar o ambiente em todas as esferas é preciso para que possamos no futuro desfrutar positivamente de todos os esforços aplicados ao longo do tempo. O que se espera é que os esforços de hoje sejam relevantes, ou seja, praticar o empreendedorismo social, ser ético, auxiliar a economia local, analisar custos para que não haja desperdício serão fatores tão comuns, quanto aos maus hábitos que insistem em existir na nossa geração. Cada vez mais as empresas se preocupam com o meio ambiente, mas como parte de uma estratégia comercial e de marketing, isto é, o conceito de sustentabilidade está ligado diretamente com responsabilidade social, tornou-se inclusive uma vantagem competitiva.

Publicado
2017-03-07
Como Citar
DE JESUS, Silvia Manoela Santos; SILVA, Ana Paula; FERREIRA, Thales Brandão. INDICADORES DE GESTÃO EMPRESARIAL SUSTENTÁVEL: Descarte correto do lixo orgânico – “Cada coisa em seu lugar”. Revista de Negócios ReAGES, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 75-98, mar. 2017. ISSN 2526-6535. Disponível em: <http://npu.faculdadeages.com.br/index.php/revistadenegocios/article/view/34>. Acesso em: 16 dez. 2018.
Seção
Artigos Originais